PRF apreende 940 quilos de cocaína, 2ª maior carga da história em MS.
22/01/2019 09:46 em Policia

Policiais rodoviários federais apreenderam 940 quilos de cocaína na madrugada de hoje (22) em Ponta Porã, a 323 km de Campo Grande. É a segunda maior apreensão de cocaína registrada em Mato Grosso do Sul. A maior, de 1,5 tonelada, foi feita pela Polícia Federal em Corumbá, em 2015.

A carga apreendida nesta terça-feira estava em um BMW X5 placa ARX- 2612, de Brusque (SC), conduzido por Ademir Amaro da Silva, 37 anos, residente em Ponta Porã. Ele já tinha sido preso pela PRF em 2013 com 93 quilos de cocaína em uma carreta.

O importado foi parado por policiais rodoviários federais da delegacia de Dourados no Posto Capeí, no trecho entre Ponta Porã e Dourados. Os fardos de cocaína estavam no porta-malas e sobre os bancos do carro.

De acordo com o inspetor Waldir Brasil Junior, chefe da PRF em Dourados, o carregamento está avaliado em R$ 30 milhões. Ademir contou aos policiais que pegou o BMW já carregado em Pedro Juan Caballero para entregar em Dourados. Ele disse que receberia R$ 5 mil pelo serviço.

De acordo com o inspetor Waldir Brasil Junior, a cocaína apreendida hoje estava sendo retirada do território paraguaio devido à guerra entre as facções pelo controle do tráfico na região e devido ao trabalho de repressão feito pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai.

“Com base nessa informação de que os traficantes estavam se movimentando para retirar carregamentos de drogas do Paraguai, colocamos equipes em pontos estratégicos para combater o tráfico e conseguimos apreender essa carga”, explicou o inspetor.

Preso pela PRF nesta madrugada, dirigindo o BMW X5 lotado com 940 quilos de cocaína pura, Ademir Amaro da Silva, 37, morador em Ponta Porã, estava em liberdade há um mês e nove dias.

Em 2013, ele tinha sido preso, também pela PRF, com 93 quilos de cocaína e foi condenado a nove anos e oito meses de prisão, mas não ficou nem metade do tempo em regime fechado.

Recolhido na penitenciária de segurança máxima de Dourados, Ademir conseguiu progressão para o regime semiaberto em 17 de agosto de 2016 após descontar da pena os dias trabalhados no presídio e cumprir um sexto da sentença.

Ainda naquele ano, Ademir começou a trabalhar como atendente e entregador em um restaurante de Ponta Porã. Com bom comportamento e cumprindo as normas, Ademir foi autorizado pela Justiça a visitar familiares em São Paulo.

No dia 13 de dezembro do ano passado, o juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, da Vara de Execução Penal do Interior, determinou a progressão de Ademir para o regime aberto, levando em conta para remição da pena os dias trabalhados no restaurante.

Preso na madrugada de hoje no Posto Capey, na BR-463, Ademir informou aos policiais rodoviários federais que foi contratado por R$ 5 mil para pegar o BMW com a droga em Pedro Juan Caballero e deixar no Trevo da Bandeira, em Dourados.

O carro importado ano 2009 modelo 2010, avaliado em R$ 70 mil, tem placa de Brusque (SC) e está registrado em nome de outra pessoa, que será investigada pela Polícia Federal por suspeita de ligação com o narcotráfico.

Campograndenews

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!